Busca

Vital Tech Soluções Eletrônicas

www.vitaltech.com.br

10 TENDÊNCIAS PARA QUEM QUER EMPREENDER EM 2017

Se você está fazendo planos para empreender no ano de 2017, precisa começar um planejamento e um estudo de mercado. Com as mudanças demográficas e tecnológicas que a humanidade está vivendo nas últimas décadas, os negócios mudam com frequência.

Pensando nisso, o estrategista de marcas Leonardo Kim fez uma lista com dez tendências que vão guiar o mercado em 2017. A lista, originalmente publicada na revista americana Inc, pode guiar também os novos empreendedores brasileiros. Confira abaixo as ideias:

1. Ferramentas para a construção de produtos tecnológicos (sem necessidade de muita bagagem técnica)

A necessidade de inovações tecnológicas nos negócios é mais importante do que nunca. Em 2017, a tecnologia será um campo totalmente necessário para que cada negócio tenha potencial de competição no mercado. Plataformas autoexplicativas, como o WordPress, fazem e continuarão a fazer sucesso porque permitem um gerenciamento mais simples sem a necessidade de muitos conhecimentos técnicos por parte dos funcionários.

2. Ferramentas que auxiliam marcas pessoais

Trabalhar marcas pessoais será uma estratégia cada vez mais usada para se diferenciar no mercado. Em um universo cheio de concorrentes, um branding pessoal bem feito pode fazer a diferença na hora de conquistar os consumidores. Por isso, este tipo de ferramenta deve crescer nos próximos anos.

3. De olho nos jovens

Ao invés de rejeitar os novos consumidores da geração “Millennial”, as empresas terão que cada vez mais enxergá-los como clientes em potencial. Entender como eles pensam e criar produtos para esta geração é uma tendência para acompanhar.

4. Treinamento para funcionários remotos

O trabalho remoto será, cada vez mais, uma tendência. Pensando nisso, empresas que ofereçam serviços eficientes para o treinamento de funcionários que trabalham longe da sede da companhia devem crescer.

5. Possíveis vendas de empresas

O processo de recuperação da economia nos últimos anos nos Estados Unidos aumentou a quantidade de fusões e aquisições. Isso deve se manter em 2017 e as empresas que pensam em partir para uma venda devem começar a se preparar.

6. Saúde e nutrição

A nova geração está preocupada com a saúde e nutrição mais do que qualquer outra. Graças à tecnologia, é possível medir calorias, fazer registros nutricionais e manter os hábitos esportivos e alimentares dentro de um aplicativo. O mercado de ferramentas fitness para smartphones só tende a crescer e o boom desses aplicativos irá fortalecer o mercado de saúde.

7. Apostas em e-commerce

A crescente demanda por itens disponibilizados em lojas online faz com que esse nicho de mercado se fortaleça cada vez mais se comparado ao crescimento de vendas nas lojas físicas. Estudos recentes mostraram que 58% dos compradores estão dispostos a adicionar itens no carrinho para atingir as cotas exigidas para o frete grátis nos sites de compra, por exemplo. Como a tecnologia continuará a se expandir em 2017, isto deve impactar também as tendências no e-commerce.

8. Estratégias para manter os clientes sempre próximos

Para tornar uma empresa cada vez mais popular, é importante manter uma ligação próxima com o cliente. Serviços e produtos que não são vendidos de forma direta e uma única vez , como os transportes oferecidos pelo Uber, tendem a permanecer em ascensão.

9. Treinamentos de funcionários moldados de forma diferente

Em 2017, haverá uma mudança na forma como as habilidades de treinamento de liderança são desenvolvidos dentro das empresas. Ao invés de ensinar a todos as mesmas habilidades, as empresas irão focar nos pontos fortes de cada funcionário e desenvolver essas habilidades, investindo mais no reforço de um talento natural do que na formação massiva de líderes.

10. Marcas e produtos com ações e produções sustentáveis

As ações sustentáveis e o desenvolvidos de produtos com métodos que fortalecem a cultura da sustentabilidade devem continuar crescendo. Até o atual período do ano, mais de US$ 500 milhões foram salvos em eficiência energética e este valor tende a crescer em 2017.

Fonte: http://revistapegn.globo.com/Empreendedorismo/noticia/2016/10/10-tendencias-para-quem-quer-empreender-em-2017.html

VITAL TECH – Indicador de Velocidade Colorido Ethernet (IND-KM40E)

Veículos elétricos podem derrubar o preço do petróleo

Depois da crise do preço do petróleo de 2014, causada pelo súbito aumento da demanda, agora os responsáveis pelo possível crash seriam os veículos elétricos, o que reduziria a demanda de petróleo suficiente para fazer com que os preços caiam.

A previsão é da Carbon Tracker, uma think tank que tem repetidamente avisado sobre a perspectiva de “ativos encalhados” de combustível fóssil, devido ao aumento de energia limpa e política climática cada vez mais restritiva. Em seu último relatório, a Carbon Tracker prevê um cenário em que 2 mb/d (milhões de barris/dia) de demanda de petróleo serão apagados em 2025 por causa da penetração de veículos elétricos no setor de transporte.

O relatório, produzido em parceria com o Grantham Institute no Imperial College de Londres, analisa o potencial de redução contínua de custos em tecnologias de energia solar fotovoltaica e veículo elétrico  para deslocar a demanda por combustíveis fósseis atualmente dominantes e mitigar as emissões de CO₂.

“Veículos elétricos e energia solar são fatores recentes que a indústria de combustíveis fósseis consistentemente subestima”, disse Luke Sussams, pesquisador sênior da Carbon Tracker.

Os setores da energia e de transporte rodoviário representam cerca da metade do consumo de combustíveis fósseis. O crescimento da energia solar e dos veículos elétricos pode ter um impacto significativo na procura. O relatório argumenta que os cenários devem agora aplicar, no mínimo, as últimas projeções de redução de custos da energia solar e dos veículos elétricos, juntamente com os compromissos de emissões assumidos pelas nações no âmbito do Acordo Climático de Paris.

O coração das previsões é quando os elétricos se tornarão competitivos em relação aos motores de combustão interna e com que rapidez os consumidores farão suas escolhas pelos elétricos. A Carbon Tracker estima que os veículos elétricos irão atingir esse limiar em 2020. E em 2025, já serão cerca de um quinto do mercado de veículos.

Tem havido um número crescente de previsões para os preços do petróleo devido ao aumento dos veículos elétricos. A Bloomberg New Energy Finance, uma organização de pesquisa e tendências financeiras, estabeleceu uma das primeiras previsões em 2016, detalhando um cenário no qual os veículos elétricos eliminariam 13 mb/d de demanda de petróleo em 2040, o suficiente para manter os preços permanentemente baixos. A Carbon Tracker vai mais longe, argumentando que a demanda de petróleo poderia cair para 16 mb/d durante esse mesmo período.

A indústria do petróleo tem números mais modestos. A BP diz que é possível que os elétricos diminuam a demanda de petróleo em 1,2 mb/d até 2035. A Agência Internacional de Energia (AIE), com sede em Paris, também não está impressionada, prevendo que os veículos elétricos diminuam a demanda em apenas 1,3 mb/d.

Profissionais ligados à Shell recentemente sugeriram que a empresa estava mais preocupada, prevendo que a demanda de petróleo poderia até atingir o pico nos próximos cinco anos. A empresa  anunciou no final de janeiro, US $ 4,7 bilhões em vendas de ativos, incluindo um grande pedaço de sua carteira do Mar do Norte, e a Exxon registrou o menor lucro trimestral desde 1999, quando registrou o valor contábil de parte de suas reservas de gás e petróleo.

A Carbon Tracker acredita que muitos desses analistas e empresas estão longe dos números corretos. De acordo com suas previsões, a demanda global total de petróleo poderia atingir um pico absoluto em 2020 e então estabilizar para a próxima década.

Sobre a Carbon Tracker

A Carbon Tracker Initiative (CTI) é um grupo de reflexão financeira sem fins lucrativos. Tem por objetivo alinhar os mercados de capitais com os riscos das alterações climáticas. Desde o seu início, em 2009, a Carbon Tracker tem desempenhado um papel pioneiro na vulgarização dos conceitos de bolha de carbono, carbono incombustível e ativos improdutivos. Estes conceitos passaram a integrar o léxico financeiro e estão cada vez mais sendo valorizados por bancos de investimento, agência de notação de crédito, fundos de pensões e gestores de ativos.

Fonte:http://futuretransport.com.br/blog/eletricos-causam-queda-precos-petroleo/

Limite de velocidade nas marginais de SP tiveram alteração em janeiro

Futuro secretário da gestão Doria disse que expressas voltarão a 90 km/h.
Limite na pista central será de 70 km/h e nas locais, 60 km/h.

 

A partir do dia 25 de janeiro de 2017, o limite de velocidade subiu nas marginais dos rios Pinheiros e Tietê, conforme anúncio do futuro secretário de Transportes da gestão João Doria, Sérgio Avelleda (PSDB).

Na pista expressa das duas marginais o limite volta a ser 90 km/h para veículos leves, na pista central da Marginal Tietê o limite será de 70 km/h e nas pistas locais, 60 km/h.

Na faixa da direita da pista local, pela qual transitam os ônibus e que permite a conversão à direita, a velocidade será mantida em 50 km/h.

O limite de velocidade para veículos pesados será de até 60 km/h em todas as pistas, com exceção da local, onde será até 50 km/h. A gestão Doria não pretende aumentar a velocidade de outras vias da cidade. Ciclistas que participaram do anúncio reclamaram das mudanças.

Em julho de 2015, o prefeito Fernando Haddad (PT) reduziu o limite das velocidades máximas e um ano após a medida o número de acidentes com vítimas (mortas ou feridas) caiu 37,5% nas vias, de acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). A iniciativa compôs o Programa de Proteção à Vida, criado pela Prefeitura de São Paulo.

Juntas, as marginais apresentaram 608 acidentes no primeiro semestre de 2015; nos primeiros seis meses de 2016 foram 380, segundo a CET. Segundo a companhia, o número de atropelamentos caiu também, passando de 27 para 9 no mesmo período.

No anúncio da regulamentação, a Secretaria dos Transportes havia defendido que a redução das velocidades máximas permitidas tinha por objetivo a melhoria das condições de segurança, e a redução do número de feridos e mortos.

Na ocasião, foram mostrados os resultados das alterações em outros países, como Suíça, Dinamarca, EUA e Suécia, adotadas na década de 80, que evidenciavam que uma menor velocidade do veículo poderia evitar acidentes abrandar danos físicos.

Já para o futuro secretário, as marginais foram construídas para velocidades maiores.

“As marginais foram projetadas para serem vias de trânsito rápido e faremos todas as ações para mitigar os riscos”, disse o secretário dos transportes de Doria, Sérgio Avelleda.

O presidente da CET, João Octaviano Neto, disse que os padrões internacionais garantem a avaliação e que quando houver congestionamento haverá a redução da velocidade naturalmente ao longo do dia.

“Por que a manutenção de uma faixa de 50 km à direita? Temos lá pedestres, bicicletas, que são os mais vulneráveis e temos que proteger, temos que dar a garantia que ali o risco é menor, até porque é a via que dá acesso, está via precisa ser segregada”, disse Neto.

Ele afirmou que haverá um conjunto de ações que melhorará a operação da via, com orientação, fiscalização e sinalização.

Longo-faixa
Haverá redução de vias de acesso próximo a estações de ônibus e metrô, para que haja a redução da velocidade com gradis e sinalização de alerta. Serão faixas nas transversais com pistas para pedestres e acima de lombadas. “Na conversão a prioridade será sempre do pedestre”, disse. Serão elevações na entrada das transversais com pistas para pedestres.

Motociclistas
Também haverá intensificação de fiscalização com radar-pistola pela CET exclusivamente para os motociclistas. “Não é uma coisa sectária de perseguição, é um item de segurança. Ninguém quer atrapalhar o meio de vida do trabalho desses profissionais”, disse o presidente da CET.

Questionado se a variação de quatro limites de velocidade não pode levar ao aumento de multas, o secretário disse que “vão evitar a pegadinha do radar informando o que está acontecendo na via com placas, fazendo com que você crie o conceito e esteja atento às condições de operação da via”, afirmou.

“Não haverá ampliação de radar, nenhum elemento de ampliação de radar, mas ele é um elemento importante para redução da velocidade, mas a pessoa vai ser lembrada sempre dos limites. Então não vai ter pegadinha”, completou.

O início do programa de mudança de velocidade começa no dia 2 de janeiro, mas a readequação começa no dia 25. “Os motoristas terão até o fim de janeiro para se adaptarem”.

Sobre a diminuição de acidentes com vítimas após a redução de velocidade, o secretário disse que “fizeram todas as ações para mitigar acidentes e que querem um trânsito seguro, com fiscalização e orientação intensa de “maneira inovadora para sensibilizar o usuário”.

Segundo ele, as ações de mitigação são: tirar ambulantes, tirar moradores de rua, sinalizar, fiscalizar, orientar, colocar bombeiros, aumentar a segurança e o conforto para o pedestre, aumentar a presença de bombeiros, entre outros.

 

A Vital Tech na Feira do Empreendedor!

No mês de Fevereiro a Vital Tech marcará presença em mais um evento, a  ‘’Feira do Empreendedor’’, que acontecerá nos dias 18, 19, 20 e 21 a partir das 10hs até às 21hs ESTANDE ME 89. O evento será realizado no Pavilhão de Exposições do Anhembi Parque, na Avenida Olavo Fontoura, 1.209 – Santana – CEP: 02012-021 – Cidade: São Paulo – SP

Sobre o evento:

A previsão é que 150 mil pessoas passem pela Feira nos quatro dias e sejam fechados R$ 20 milhões em negócios, aumento de 30% em relação ao ano passado, que gerou R$ 15,5 milhões e 130 mil pessoas.

O evento será realizado em uma área de 40 mil metros quadrados e um centro comercial com 424 estandes de expositores (20% mais do que em 2016) outros 22 de patrocinadores.

A novidade para este ano é que pela primeira vez o evento será temático: o público vai encontrar a “Cidade Empreendedora”, onde estarão reproduzidos diversos tipos de negócios, existentes em qualquer cidade, montados da maneira ideal. Com esse formato, quem empreende ou pretende empreender terá uma experiência ainda mais rica para incorporar ao seu dia a dia profissional e aumentar as chances de sucesso.

Os visitantes também poderão participar de palestras e consultorias abrangendo temas como marketing, finanças, tendências, inovação, exportação, etc. A Feira é uma oportunidade de negócios, conhecimento e informação para o empreendedor.

Painel de Mensagens PMV

O Painel eletrônico de Led é uma linha de produto que oferece ótima qualidade e desempenho. Feito através de enorme tecnologia e por uma mão de obra especializada e qualificada, as soluções oferecidas pelo Painel eletrônico de Led são ideais para atender as mais diversas necessidades do seu dia a dia.

Os painéis de mensagens variáveis (PMV) transmitem mensagens alfanuméricas, podem ser utilizados em diversos segmentos afim de comunicar, alertar ou para fazer uma propaganda / publicidade. Praticidade e rapidez na comunicação com seus colaboradores e clientes.

Vantagens do Painel de Mensagens:

-Pode ser instalado em qualquer ambiente (interno / externo);

-Diversas formas de comunicação (ethernet, serial etc.);

-Não produz interferência em aparelhos eletroeletrônicos;

-Baixo consumo de energia;

-Design moderno e conforme necessidade do cliente;

-LED’s em alto brilho (uso externo) ou difuso (uso interno);

-Fácil instalação e locomoção do produto.

Benefícios do painel de mensagens:

-Curto tempo de programação;

-Utilização em qualquer ambiente de máquinas diversas;

-Redução de custo ao fim do ciclo de uso;

-Desenvolvimento e adequação ao projeto proposto;

-Possibilidade de ter uma variedade de mensagens programadas;

Realize seu projeto de acordo com as necessidades da sua empresa e personalize seu painel.

Indicador de Preço com Placa Adesivada 11″ e 6″ pol. (IND 0177)

Painel Eletrônico de LED

O Painel eletrônico de Led é uma linha de produto que oferece ótima qualidade e desempenho. Feito através de enorme tecnologia e por uma mão de obra especializada e qualificada, as soluções oferecidas pelo Painel eletrônico de Led são ideais para atender as mais diversas necessidades do seu dia a dia. Os painéis de mensagens variáveis (PMV) transmitem mensagens alfanuméricas, podem ser utilizados em diversos segmentos afim de comunicar, alertar ou para fazer uma propaganda / publicidade. Praticidade e rapidez na comunicação com seus colaboradores e clientes.

Vantagens do Painel de Mensagens:

-Pode ser instalado em qualquer ambiente (interno / externo);

-Diversas formas de comunicação (ethernet, serial etc.);

-Não produz interferência em aparelhos eletroeletrônicos;

-Baixo consumo de energia;

-Design moderno e conforme necessidade do cliente;

-LED’s em alto brilho (uso externo) ou difuso (uso interno);

-Fácil instalação e locomoção do produto.

Benefícios do painel de mensagens:

-Curto tempo de programação;

-Utilização em qualquer ambiente de máquinas diversas;

-Redução de custo ao fim do ciclo de uso;

-Desenvolvimento e adequação ao projeto proposto;

-Possibilidade de ter uma variedade de mensagens programadas;

Realize seu projeto de acordo com as necessidades da sua empresa e personalize seu painel.

Produção

A fabricação de produtos e insumos em prazo determinado, com custos calculados e sem desperdício de matérias-primas, é o objetivo de qualquer gestor industrial. Em muitas empresas, porém, ainda há retrabalho e prejuízos decorrentes de incongruências nos procedimentos, falhas operacionais e atrasos na produção.

Normalmente, no que se refere aos atrasos, os casos resultam da falta de planejamento na produção e de falhas no gerenciamento de processos. E, quando os desajustes no prazo começam a dar os primeiros sinais, a elaboração de estratégias generalistas geralmente não resolve: é preciso avaliar todo o ciclo e determinar com consistência quais desvios estão acarretando problemas – para então corrigi-los o mais brevemente possível.

 

Simplifique e agilize os processos de fabricação

Promover o crescimento sustentável de longo prazo é uma estratégia que todo gestor deve adotar, independentemente do porte ou do setor em que atua. Para isso, a administração deve buscar maneiras de evitar atrasos na produção, conferindo mais agilidade às operações ao controlar processos de fabricação por meio de um software de gestão. É muito importante, por exemplo, preocupar-se com a engenharia detalhada de produto e com a programação da produção, acompanhando Ordens de Fabricação e automatizando inputs via apontamentos online. Dessa forma, os responsáveis estarão aptos a simplificar os processos da fábrica, encontrar falhas no ciclo produtivo e aperfeiçoar as operações.

 

Possibilite rápida análise de dados

Muitos gestores sofrem com a falta de dados precisos para embasar decisões assertivas que impulsionem os resultados da fábrica. Daí a importância de contar com o auxílio de um software ERP para a geração e análise de dados. O sistema possibilita o acompanhamento do desempenho de cada processo da fábrica – com controle de tempo, pessoas, máquinas e materiais, por exemplo. Além disso, os gestores obtêm insights em tempo real e podem responder, de maneira proativa, aos possíveis problemas que ofereçam riscos reais ao desempenho do negócio. Como o ERP fornece diversos relatórios e garante a integridade dos dados gerados, validando-os com precisão e mantendo a consistência nas fontes, os gestores tomam decisões rápida e estrategicamente.

 

Aumente a produtividade ao evitar retrabalho e minimizar erros

Um problema recorrente nas indústrias é a dificuldade de comunicação entre os profissionais e seus departamentos. Tal cenário acarreta perda de detalhes importantes na execução dos processos de fabricação, o que invariavelmente compromete o desempenho geral da equipe, aumenta o número de erros, atrasa a entrega dos produtos e reduz a agilidade da empresa frente ao mercado. Quando a comunicação entre as diversas equipes é garantida, o controle de requisição de desenvolvimento de produto, para citar um exemplo, pode integrar-se às áreas comerciais, de custos, qualidade, RH e compras, assegurando que todos tenham acesso às informações completas e estejam focados em objetivos comuns.

No que se refere à produção, o sistema ERP reúne funcionalidades valiosas para impulsionar as operações e otimizar recursos nesta parte do processo. O Areco ERP automatiza processos, elimina retrabalho e minimiza as chances de erro nas atividades cotidianas. No módulo de PCP (Planejamento e Controle de Produção), algumas das ferramentas de gestão encontradas são:

  • Controle de requisição de desenvolvimento de produto integrado às áreas comerciais, custos, qualidade e engenharia;
  • Criação de projetos dinâmicos de engenharia, incluindo processos, equipamentos, recursos humanos, tempo, métodos e materiais;
  • Controle de liberação, suspensão e revisão de projetos, preservando originais;
  • Ordem de Fabricação com possibilidade de manipular formulação, lotes e processos;
  • Cálculo online do custo real e custo estimado, com controle de tempo, pessoas, máquinas e materiais;
  • Apontamentos online.

Ao integrar departamentos e fornecer indicativos de desempenho, o Areco ERP garante transparência e segurança na tomada estratégica de decisões. O Areco ERP é multi-moedas, multi-empresas e multi-idiomas, reunindo uma gama ampla de relatórios, telas gerenciais, suporte à auditoria em todas as telas e direitos de acesso para cada perfil de usuário. As atualizações do software são automáticas e contemplam todas as Legislações Federais e Estaduais sem custos adicionais.

fonte:http://www.areco.com.br/

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑